segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Hipertrofia: Musculaturas que não desenvolvem!

Inúmeras vezes ouvimos falar de algum aluno que alguma parte corporal que ele tem "dificuldade em desenvolver", pode ser o bíceps, ombros, panturrilha, etc... Seria isso uma má genética ou teria solução? Vamos entender...

Com certeza existem características genéticas que influenciam na hipertrofia de qualquer musculatura, desde a propensão ao desenvolvimento de massa muscular, até como é a inserção da musculatura. Mas a questão que eu acho mais importante é que aquela parte corporal simplesmente não responde ao treino que você realiza! Ou seja, seu treino pode estar sendo eficiente para o resto do seu corpo mas para aquela parte corporal, algo diferenciado deve ser feito.


"Insanidade é fazer a mesma coisa repetidas vezes e esperar resultados diferentes!"

Para solucionar isso, sugiro que você mantenha um registro preciso do seu treinamento, e vamos a aplicação de algumas técnicas  que podem vir a ajudar você com esse problema:
-Mudar totalmente o estímulo, se você fazia séries de resistência, faça séries de força por exemplo.
-Corte pela metade as séries e proporcione um "deload" ou semana de descanso, caso já aplique isso no seu treinamento...
-Dobre o volume de um exercício específico, sugiro que seja o exercício para aquela musculatura que trabalhe de forma mais global ou que mova mais massa muscular, para ombros por exemplo ou elevação lateral ou desenvolvimento.
-Aumente a frequência do treino semanal para 2-3x dessa musculatura, mas treine menos intenso.
-Treine menos frequente e aumente a intensidade com técnicas de intensidade (drop-set, rest-pause, etc.)

Lembre-se sempre de conversar com um especialista pois ele pode lhe ajudar a alcançar os resultados que você espera mais rapidamente.

Abraços e Bons treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário