quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Amplitude dos Movimentos!

Já se perguntaram sobre quão amplo deve ser o movimento? Devemos ir até o máximo da articulação? E aquelas pessoas que fazem o movimento mais curtinho? É correto realizar o movimento mesmo que sinta dor? Vamos entender...

Para a grande maioria dos movimento, quanto mais amplo melhor, mas o mais importante é se manter uma postura correta para executar o exercício. Por exemplo: Em um agachamento, ao realizar profundamente o agachamento, precisamos garantir que a pessoa tenha mobilidade e estabilidade no quadril, joelho e tornozelos para conseguir realizar o exercício com segurança.
Na questão de amplitude total, é necessário que ocorra um processo de contração(concentrica,isométrica e excentrica) e alongamento, ou seja, é necessário que o movimento seja completo.
Por exemplo: No supino é necessário ir até encostar a barra no peito e empurrar.

Na mesma questão ao realizar o supino não devemos descansar a carga com os cotovelos "travados" pois isso apenas gera mais estresse na articulação e menos sobrecarga na musculatura.

Pensando na amplitude do movimento devemos sempre pensar no custo x benefício de todos os exercícios, por exemplo, não devemos executar um exercício em uma amplitude que sintamos dor, pois dor é sinal de que algo está errado.
Por exemplo: Ao realizar um crucifixo não desça muito a ponto de sentir dor nos ombros.

Quanto a realizar o exercício com menor amplitude, se for apenas uma questão de utilizar mais carga, o treinamento está incorreto pois isso prejudica suas articulações e seus resultados irão ser sempre sub-ótimos, podendo ser muito melhores ao realizar o exercício corretamente.
Vale lembrar que isso pode ser uma excessão em caso de patologias, dores e treinamentos específicos indicados por profissionais.
Abraços e Bons Treinos

Nenhum comentário:

Postar um comentário