terça-feira, 1 de março de 2011

Quantos Exercícios Fazer para Cada Músculo?

Apesar de parecer simples, na verdade a resposta é complexa, existem diversas formas de pensamento, vou ilustrar algumas e lhe mostrar como funciona a maneira Ricardo Wesley de prescrever treinamento.

Uma das formas mais populares é 4 para musculo grande e 3 para pequenos, mas essa formula é horrível pois desconsidera quais grupos foram treinados no dia, então se você treinar costas+triceps ( que é uma divisão horrivel)  faz exatamente o proposto, mas se fizer costas+bíceps acaba por fazer 4 pra costas e 7 pra bíceps(!!!), lembre-se que fazer demais acaba por ser pior que fazer de menos, e o melhor é fazer a quantia ideal.

Uma forma mais inteligente criada pelo colégio americano é de prescrever 3 exercício para musculos grande e 2 para médios, algo como 3 peito, 2 para ombro e 2 para tríceps. Essa formula já indica para treinar musculaturas sinergistas, ou seja, treinar musculos que trabalham juntos.

O GRANDE Problema é que todas essas formulas podem acabar por te lesionar, sim, quem disse que fazer 8 exercício é pouco? ou muito? tudo é relativo. Isso tudo leva em consideração exercícios preventivos? E aquecimento? Leva em consideração o tipo de treinamento? Ou até mesmo se são 2,3 ou 4 séries para cada exercício?

Se você quer ter um desenvolvimento adequado das suas musculaturas, tem que pensar que o ideal é estimular todas as musculaturas que você vai trabalhar, por exemplo, é possível fazer 4 exercício e trabalhar bem peitoral,ombro e tríceps, tudo depende de como é trabalhado, faça 10 séries de supino, crucifixo, desenvolvimento e supino fechado e tenho certeza que é um treino extremamente desgastante.

Para elaborar um treinamento bem distribuído ou até mesmo focado em algum grupamento muscular pense sempre em como cada grupamento vai ser estimulado, algo como 9-12 séries para grupamento menores e 12-16 para maiores, costuma ser uma linha de pensamento em geral, mas isso ainda não leva em consideração sua individualidade, já pensou se todos indivíduos que fossem no médico ganhassem o mesmo remédio?
Para alunos avançados a principal questão é trabalhar com o menor desgaste articular possível, já que as cargas e os métodos são muito desgastantes.
Alunos intermediários devem construir bases que permitam suportar as cargas futuras.
Alunos iniciantes devem trabalhar de forma a ter um desenvolvimento global e conciência corporal.
O número de exercício, o tipo e o volume diferem drasticamente.

Se você desejar realmente um treinamento efetivo não adianta realizar um treinamento de qualquer forma, pois quem não sabe pra onde quer ir, qualquer lugar que chegar está bom.
Procure sempre alguém para lhe orientar e tirar suas dúvidas, estou sempre respondendo as perguntas feitas nos comentários, tire suas dúvidas e caso queira realmente ter resultados rápidos, consulte a consultoria Online da RwFit. Abraços e Bons Treinos!

Um comentário:

  1. Preescrição de treinamento não é brincadeira ou algo simples como muitos acreditam. Existem inumeras variaveis a serem observadas e levadas em conta na elaboração de um treinamento. O problema se agrava quando os pseudo-instrutores das academias te preescrevem alguma coisa, vez ou outra saem coisas totalmente absurdas sem falar que você nunca tem o acompanhamento individualizado como deveria ser.

    Nada melhor como ter um profissional capacitado cuidando do seu treinamento, assim você só se preocupa em executa-lo corretamente (que já é algo bem díficil), por isto indico a consultoria online do Ricardo.

    ResponderExcluir