quinta-feira, 28 de abril de 2011

Exercícios Instáveis

A utilização de exercícios instáveis é cada dia maior nas academias, voando na moda do funcional, mas esse tipo de exercício é utilizado corretamente? Pode ser utilizado por qualquer pessoa? Usando carga? Quais exercícios são mais indicados para cada parte corporal?

Os exercícios instáveis buscam desenvolver a capacidade das articulações de ficarem mais estáveis. Existem dois componentes que são "sensores": Ruffini e Passini. Além deles todas as estruturas, tendões, ligamentos, musculaturas se desenvolvem de forma a tornar sua articulação mais forte!
Os exercícios instáveis podem ser utilizados de diversas formas, no início do treino para ativar a musculatura e o sistema nervoso central, ou com muito cuidado utilizado durante o treinamento para pré-fadigar a musculatura.

Quem pode usar?
Todas as pessoas sem problemas de saúde podem utilizar exercícios instáveis, os exercícios são limitas apenas para pessoas que tem problemas articulares ou doenças metabolicas como diabetes  e também labirintite.
Mas é possível adaptar, por exemplo ao invés de usar uma plataforma instável ou um bosu(como na foto), realizar um equilíbrio ou exercício com olhos fechados já trabalham as articulações aumentando a instabilidade(70% do nosso equilíbrio provém da visão).

Usar carga?
É muito importante porém ficar atento a utilização de cargas, os exercícios instáveis foram feitos para trabalhar estabilidade, e não forma ou potência, por isso é preciso tomar MUITO cuidado com utilização de carga, dando enfâse na forma e execução do exercício e não para carga. O exercício por si só pode ser dificultado ao invés de colocar carga.

Quais são os exercícios mais indicados?
Sugiro que o trabalho comece com exercícios poucos instáveis, usando exercícios unilaterais, unipodais(um pé só), realizar exercícios com utensílios é muito interessante, desde que sejam feitos de maneira progressiva.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário