quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Nutrição e Exercícios: combinação correta

O post de hoje foi inspirado em uma conversa que tive com um aluno na academia e espero que tenha no mínimo ajuda ele a alcançar seus objetivos.

O aluno em questão consultava um nutricionista e um médico, no qual ambos estavam fazendo prescrições de dietas, e o médico ainda se ofereceu para montar o treino dele. Mas a grande questão era que ele estava mesclando o que ambos falavam e isso gerava um resultado pior do que seguir um planejamento completo e correto.
Um médico não tem capacidade de fazer uma prescrição de dieta e treinamento eficiente, não me interessa o que digam, se fosse para ser dessa forma não existiriam outras 2 profissões especificas onde as pessoas passam 4 anos apenas estudando para realizar essa função, na qual o médico passa 5 e consegue fazer tudo isso e ainda cuidar dos problemas de saúde das pessoas? Fora isso se um médico acaba por intervir nessas outras profissões que classicamente ganham menos que a remuneração de um médico, o quão bom ele deve ser na função de especialização dele?

Por isso a moral da história com ele é escolha uma dieta e siga ela fielmente e espere que os resultados virão, seja essa dieta rica em carboidrato, proteínas, suplementos, etc. o mais importante é dar tempo para que ela produza os resultados que você espera.

A mesma coisa perante o treinamento, o que é necessário entender é que as mudanças corporais ocorrem em uma velocidade máxima:
-1kg de massa magra por mês é um MEGA GANHO
-1kg de gordura por mês é uma MEGA PERDA

É importante entender que é possível perder mais PESO e ganhar mais PESO mas eu me refiro principalmente a perdas somente de gordura, então passar fome e perder massa magra é ruim, e ganhar 5kg sendo 4kgs de gordura também é ruim.

Um fator importante é entender exatamente como tudo funciona para você!
NUTRIÇÃO:
-Entender quais são as substituições possíveis dos tipos de alimentos, quanto de arroz equivale a quanto de batata por exemplo.
-Entender o timming das refeições, o que comer e em qual momento e a importância disso.
-Entender quantidades, o quanto de proteína é realmente necessário e o quanto isso equivale, seja para mais ou para menos.
-Entender micro nutrientes, com excessão de fase pre contest de fisiculturistas, em todo resto do ano você tem que comer uma diversidade de alimentos pensando nas vitaminas e minerais, e na fase pre contest recorrer a no mínimo um complexo vitamico.
TREINO:
-Entender o que funciona para você, por exemplo, eu não me dou bem com crucifixo com halteres, pelas minhas proporções corporais esse é um exercício sub-ótimo para mim.
-Entender o que mudar e quando mudar, isso varia de fase de treino para fase de treino, mas manter tudo igual sempre não da certo.
-Entender as combinações possíveis e ideais(tem diversos posts no blog sobre isso)
-Entender que somente com um treino adequado você supera as estagnações nos resultados.

Importante converse sempre com um especialista para lhe ajudar, dessa forma você vai encurtar o caminho rumo aos seus objetivos.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário