segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Quantos exercícios para cada músculo?

Essa é uma pergunta simples, de resposta complexa. Já imaginou realizar um treino que tivesse 20 exercícios? Mas e se você só realizasse 1 série de cada exercícios? E se esses 20 exercícios fossem para abdominal, panturrilha e ante-braço seria a mesma coisa para o seu corpo que 20 exercícios para pernas e costas? Vamos entender melhor a ciência por trás do número de exercícios e que muitas vezes não é o quanto mas sim o porquê.

 Apesar de simples as opções que mostrei a cima mostram então 2 fatores que influenciam a escolha do número de exercícios:

-Grupo Muscular (tamanho do grupamento, tipos de movimentos, tipos de fibras...)
-Dificuldade do Movimento(Exercícios Multi-articulares vs. Exercícios Isolados)
-Número de Séries para cada Exercício

-Grupo Muscular
Existe um senso comum que musculaturas maiores necessitam de maior número de séries. Essa afirmação é baseada por exemplo que o termo "Costas" é na verdade empregado para diversas musculaturas, que só são trabalhadas em alguns tipos de movimentos, portanto para trabalhar todas as musculaturas das "Costas" você precisa de mais exercícios que para trabalhar "Panturrilha".
Além disso o grupamento "Costas" realiza uma série de movimentos, como diferentes puxadas e remadas, já a "Panturrilha" faz apenas flexão plantar com o joelho flexiona e estendido.
O tipo de fibra é algo um pouco mais complexo, mas podemos resumir dizendo que um atleta que te fisiculturismo que tenha um grupamento muscular muito privilegiado, necessita de menos movimentos para tal grupamento que para algum que ele tenha dificuldade.

-Dificuldade do Movimento
No exemplo do número de exercício, fica claro que para seu corpo o estresse de um agachamento não é a mesma coisa que uma rosca direta. Além do estimulo hormonal ser maior nos exercícios multi-articulares é importante contar que eles trabalham mais musculaturas, e gastam mais energia dessa forma você acaba tendo que realizar menos exercícios de maneira total.

-Número de Séries para cada Exercício
O exemplo mais básico que posso dar é qual: a diferença entre fazer 2 exercícios com 5 séries ou 5 exercícios com 2 séries? A grande verdade é que apesar das inúmeras variáveis que podem existir nessa frase, fica claro que um dos fatores importantes é o número TOTAL de séries do treino e não somente de cada exercício.

Existem algumas diretrizes, mas a verdade é que esses número são muito variáveis e a sua organização semanal tem grande impacto no número de exercícios que você deve fazer.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário