terça-feira, 15 de julho de 2014

Finisher: o que seria?

Uma técnica pouco utilizada nas academias, mas muito utilizada por personais trainer é o finisher, que significa um exercício para acabar o treinamento. Essa técnica consiste em fazer algo um pouco diferente do que você fez no resto do treinamento para "garantir" que estimulamos todas as fibras ao máximo e/ou para promover uma maior gasto energético.

A ideia por trás do finisher é em um exercício ou uma combinação de exercício, dar o maior estimulo metabólico possível. Fazendo com que você tenha uma descarga hormonal grande e gerando um EPOC grande (aumento consumo de oxigênio pós exercício), e após esse exercício se feito na intensidade e volume adequados você não vai precisar( e querer) fazer mais nenhum exercício para complementar o treinamento.

Agora que entendemos o conceito vamos ilustrar alguns clássicos que vemos:
-Flexão, burpee, barra fixa
-Salto, Corrida, Agachamento, Corrida

Como você pode perceber temos um padrão:
-Movimentos que englobam grandes musculaturas
-As repetições não importam, elas devem ser adequadas a necessidade de cada aluno, mas tipicamente é algo como o máximo que você conseguir fazer em boa forma (+10) ou ainda apenas 1 de forma circuitada e rápida como no 1 exemplo.

Mas como utilizar isso no seu treinamento?
Se você é um aluno iniciante:
-Escolha 2 ou 3 exercícios
-Realize a tarefa por tempo ou repetições altas, com o mínimo de descanso possível.
-Preferencialmente exercício para grupamentos musculaturas diferentes (peito e costas, ou peito, costas e perna)

Se você é intermediário:
-Escolha 2 ou 3 exercício diferentes
-Realize a tarefa por tempo, ou o máximo que você conseguir em cada movimento e parta para o próximo assim que fadigar.
-Escolha exercícios e séries desafiadoras, como barra fixa e paralelas, e procure colocar 2 exercícios para o mesmo grupamento seguidos (paralelas e flexão, ou desenvolvimento, paralelas e salto)

Se você é avançado
-Escolha entre 3 e 5 exercícios diferentes
-Procure realizar a tarefa por meta(como fazer 30 barras fixas, sendo que seu máximo é 12) ou tempo em cada estação (30seg do máximo de flexão que você conseguir).
-Trabalhe 1 movimento por sessão, ou somente empurrar(peito, ombro e tríceps) ou somente puxar(costas e bíceps), incluindo no máximo 1 movimento condicionante que não seja das musculaturas treinadas no dia, como corrida ou burpee.


Seguindo essa dica além de te ajudar a ter um maior rendimento no treinamento você vai tornar ele mais desafiador e motivante.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário