segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Condicionamento específico

Recentemente recebi algumas perguntas a respeito de condicionamento físico. Se você na verdade seria ou não condicionado. Mas vamos parar pra pensar um pouco, existe realmente isso de ser condicionado?

Vamos começar falando que você pode sim ser condicionado para alguma coisa. Por exemplo se pegarmos o melhor corredor de 100m rasos ele não vai conseguir correr uma maratona mais rápida do que um corredor mediano de maratona(isso se o corredor de 100m sobreviver até o final). Ou ainda mais interessante é pegar uma prova de natação de 50m rasos por exemplo, ela tem a mesma duração de uma prova de 200m rasos de corrida. Mas o nadador vai correr muito mal e o corredor iria nadar muito mal.

Da mesma forma podemos utilizar mil exemplos para ilustrar essa situação, mas o porquê isso ocorre?

-Sistema energético
O principal fator que vai falar a respeito da sua performance é o sistema energético. É a capacidade de produzir energia pelo sistema energético principal daquela modalidade. Por isso o corredor de 100m ( que é especialista em utilizar o sistema ATP-CP / anaeróbio alático) não vai conseguir correr uma maratona (que o principal sistema é aeróbio).

-Fibras musculares
O corredor de longa distância tem suas fibras lentas(mais resistentes) treinadas para produzir uma potência mediana por longos períodos, caso o atleta de 100m fosse correr com ele, iria utilizar mais as fibras rápidas e médias(pois são as que ele tem em maior quantidade) pois ele não conseguiria manter a velocidade somente com as fibras lentas dele(que são "destreinada). Isso faria com que ele começasse a acumular lactato, e sentir a perna pesando e ardendo, cada vez mais, até ter que interromper o exercício.

-Econômica de energia
Essa expressão mágica eventualmente é confusa para a população. Como correr por ser energeticamente econômico? Vamos pensar no seu trabalho. Se você colocasse um leigo para fazer o que você faz a anos, você provavelmente iria passar um bom tempo ensinando ele, além de ele ter que realizar pesquisas para desenvolver com o "mínimo" de qualidade coisas que você consegue fazer de olhos fechados. Na corrida existe algo similar, o simples movimento do braço, estabilidade do tronco, amplitude da passada, posicionamento dos pés, tudo isso vai gerando "micro" economias de energia, mas que no decorrer de uma corrida longa, como 10km, 21km, 42km, vão se acumulando e geram uma economia gigantesca.

Mas e ai?

Quando você está acostumado a realizar por exemplo 20 séries, você está treinado para algo similar a uma corrida de 5km, derrepente você aumenta pra 40 séries, é o mesmo que trocar para uma corrida mais longa. Ou ainda você faz séries de 8 repetições é igual a uma prova de 100m e quando você passa a fazer 20 repetições é igual uma prova de 400m. Essas metáforas apesar de não serem precisas demonstram como apesar de uma simples mudança na programação do treinamento já irá lhe tirar totalmente da sua zona de conforto.

E da mesma forma que no caso do nadador e do corredor, é por isso que só realizar musculação ou aeróbio, não vai lhe deixar preparado para jogar futebol, fazer uma luta ou qualquer outro esporte, pois você precisa desenvolver as habilidade especificas da modalidade e aquelas pequenas economias energéticas características do esporte.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário