quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

O quão difícil realmente é construir massa muscular?

Apesar do título idiota, é uma pergunta que todos deveriam se fazer, inclusive os profissionais da área. Alguém quer ganhar massa muscular, qual o grau de dificuldade desse trabalho? O cara tem que se matar no treino, dieta e descanso?

-Treino
O quão intenso, volumoso ou frequente seu treinamento tem que ser vai depender de muitos fatores, como tempo de treinamento, individualidade biológica, etc.
Mas o ponto central é que você precisa dar sempre um estimulo progressivo e que desempenhe algum tipo de desafio para seu corpo. Isso significa que se você é muito iniciante só de respirar dentro da academia já está estimulando hipertrofia, só de já estar iniciando um programa de treinamento já vai dar esse estimulo. E ele não precisa ser algo mega elaborado, sofisticado, com N técnicas avançadas.
Ao contrário, quanto mais simples e lhe proporcionando vivencia dos movimentos melhor.
Se você já é muito avançado, vai precisar de um esforço muito grande, pois seu corpo precisa de muito estimulo para sair da zona de conforto dele.
O grande erro que eu vejo com frequência é através da observação de alguém mais forte, o aluno decide fazer o treino IGUAL ao amigo, mas na verdade ele teria que PROGREDIR seu treinamento até chegar no nível do amigo, e não pular bruscamente.
O que ocorre com grandes saltos de intensidade, é que seu corpo se recupera(afinal ele faz de tudo pela sobrevivência), mas não supercompensa. Ou seja, entra mês e saí mês você continua exatamente igual.
Resumo; o treinamento tem que ser intenso, mas o quão intenso tem que ser sua rotina de treinamento vai depender do ponto que você se encontra hoje.

-Dieta:
Além de ser altamente influenciável pela sua genética, seu nível atual também vai determinar o quão dificil vai ser seguir a dieta. Esse problema é claro se utilizarmos como exemplo homens x mulheres, o homem por ter muito mais massa muscular, vai poder comer muito mais, tanto para emagrecer quanto para ganhar massa magra. Outro fator interessante está relacionado ao quanto de gordura você tem, pois quanto menor sua porcentagem de gordura mais sensível a insulina você é, ou seja, come mais e engorda menos.
Observo a obsessão por batata doce, frango e whey protein! Qualquer nutricionista vai te falar que comer somente isso não é saudável e não é necessário.
Quero focar hoje na questão da quantidade da dieta, pois é aí que mora o erro de 90% das pessoas (excluindo casos especiais e pessoas com problemas endócrinos), se você está comendo e não ganha massa muscular provavelmente tem que comer mais, se você está comendo e não está emagrecendo provavelmente está errando nas medições.
Resumo: dieta é algo um pouco complicado, você não vai poder sair comendo o que quiser e quanto quiser, mas com certeza dentro de uma dieta equilibrada tem espaço para tudo, basta consultar um nutricionista.

-Descanso
Esse item está diretamente correlacionado com o treinamento, mas um ponto interessante é que todos possuem capacidades de recuperação diferentes. Ou seja, quando dizemos que um treinamento leva de 48-72hrs para se recuperar e supercompensar, quer dizer que 90% da população leva entre esse tempo, ou seja, você pode levar 50hrs e seu amigo 70hrs, agora outro amigo seu, que tem uma recuperação fantástica está recuperado em 36hrs. Ou seja, apesar das referências é preciso sempre levar em consideração a individualidade de cada um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário