domingo, 12 de julho de 2015

Você deve treinar constantemente!

Posso lhe afirmar que a arma mais poderosa que você tem para mudar seu corpo e sua saúde é a sua frequência na academia.
Podemos alegar que treinamentos de curta duração são efetivos, que treinamentos de longa duração são efetivos, de alta intensidade, de baixa intensidade e treinar a mesma musculatura frequentemente ou infrequentemente. Mas o fator que nunca muda é a frequência do indivíduo na academia!

Apesar de existirem pesquisas mostrando que treinar 2x por semana produz resultados satisfatórios, eu quero salientar que mais do que resultados satisfatórios, você precisa criar rotina.

Eu digo isso, pois as pessoas que tem uma rotina de treinamento fixa em suas agendas são as menos propensas a desistir e são as que obtêm resultados satisfatórios quando imprevistos acontecem.

Se você treina 2x por semana e algo acontece, e você falta, você só vai treinar novamente na outra semana, e isso é muito infrequente para lhe propiciar resultados. Além disso treinar mais frequentemente vai lhe dar a vantagem de estar sempre com seu metabolismo um pouco mais acelerado, e mais propenso a acumular energia extra em forma de glicogênio muscular.

As pessoas que conseguem realizar transformações no seu físico tem que inicialmente ter uma transformação mental.

É preciso entender que o treinamento faz parte de um estilo de vida mais saudável e pensar no treinamento como uma parte integrada do seu dia-a-dia, e não como um sofrimento no qual você vai passar e depois poderá voltar a ser sedentário.

Alias acredito que esse seja o grande problema que muitas pessoas enfrentam com a alimentação também, e tendem a querer realizar "dietas" curtas, de grande privação calórica, para perder o máximo de peso possível, para depois poder voltar a comer como sempre comeu. Mas não enxergam que comer como sempre comeu foi o que levou ela a querer/ter que realizar uma dieta.

Se levarmos em consideração a orientação da OMS, seria necessário no mínimo 150min acumulados de exercícios semanalmente para uma manutenção da saúde. 2.5hr por semana.

Faz o mínimo possível pode lhe propiciar alguns benefícios estéticos, mas não necessariamente vai lhe propiciar uma melhora/manutenção da sua saúde a longo prazo.

Se pensarmos em um treinamento aeróbio ou resistido, treinar 3x por semana, parecer ser o mínimo ideal. Pois podemos realizar treinamentos intensos, de duração adequada, e uma periodização adequada.

Nessa frequência é possível também utilizar ambos treinamentos nas mesmas sessões, ou ainda priorizar um ou outro trabalho, dependendo do objetivo do aluno.

A frequência do treinamento é fundamental mas da mesma forma que a intensidade e volume, ela tem um limite, que é individual.

Uma progressão natural dos alunos é partir de um treinamento onde ele tenha uma divisão como 2xAB, onde ele treina o corpo todo 2x na semana (treinando 4x por semana), e ele pretende partir para um treinamento mais intenso e decide progredir para um treinamento ABC, só que ele - erroneamente - ao invés de continuar treinando 4x na semana, pensa que deve treinar o corpo todo 2x na semana, realizando um 2xABC.

O aluno então pulou de treinar 4x por semana, para treinar 6x por semana. O que é uma divisão muito frequente. Quando pensamos em recuperação física, temos que pensar que geramos um desgaste local, por exemplo você treinou pernas hoje o ideal é que você NÃO treine pernas amanhã, mas mesmo que você treine outro grupamento, seu corpo ainda estará se recuperando do treino de pernas e agora terá que se recuperar desse outro treinamento também.

Em resumo, existe um desgaste acumulativo no seu corpo, mesmo que as partes corporais não sejam as mesmas. Isso significa que seu corpo só consegue tolerar uma quantidade limitada de estresse, e se recuperar e supercompensar(progredir), justamente por isso que treinamentos de alta frequência (6x por semana, ou com 2 sessões de treinamento por dia) só devem ser usadas por atletas muito experientes e que estejam com sua alimentação e descanso em ordem.

Seu corpo tem uma capacidade incrível de se adaptar ao estresse por isso desde que feito de maneira progressiva é possível aumentar seu treinamento tanto em frequência, quanto volume, como intensidade. Mas vale a pena pesar até que ponto isso será produtivo e irá produzir MELHORES resultados. Lembre-se de sempre utilizar dados para medir seu progresso, seja sua porcentagem de gordura, massa muscular ou cargas nos exercícios, sempre de acordo com seus objetivos.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário