segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Aeróbio em jejum para perder gordura?

Aposto que você já ouviu alguém falar sobre como aeróbio em jejum é a melhor forma de queimar gordura, mas será isso verdade? Vamos entender melhor.

A premissa do exercício aeróbio em jejum é que suas reservas energéticas de glicogênio estarão baixas e por tanto você ficaria mais propenso a gastar gordura como fonte energética, somado então a baixa intensidade do exercício aeróbio, estaríamos gastando 100% gordura, correto? Mais ou menos.

Basta pensar que de qualquer forma se o exercício for de baixa intensidade você já estaria gastando a energia para realizar ele basicamente 100% das reservas de gordura, e segundo que para realização do ciclo de krebs você obrigatoriamente precisa da entrada de uma glicose, ou seja, o carboidrato tem um papel importante na queima de gordura também, por isso se você estiver com as reservas muito baixas acabaria usando proteína tecidual(muscular) para suprir essa glicose (perda de massa magra).

Mas vamos supor que no mundo ideal você realmente gastasse mais gordura fazendo o aeróbio em jejum, o quanto mais isso seria de vantajoso e quanto isso representaria na sua perda de gordura?

Primeiramente vamos imaginar alguém com 80kgs, fazendo 30min de aeróbio, essa pessoa gastaria em torno 250-300kcal, ou seja, considerando 250kcal essa pessoa iria precisar realizar esse aeróbio 28x para queimar 1kg de gordura.

As pesquisas cientificas são um pouco contraditórias, algumas mostrando nenhum benefício no aeróbio em jejum e algumas mostrando um ligeiro aumento do gasto de gordura, mas vamos supor que a melhora fosse de 25% (algo que nunca foi mostrado), você ainda teria que fazer 21 treinos em jejum para perder 1 kgs de gordura.

Mas porquê muita gente faz?
Além do mito, atletas com muita massa magra e com uso de anabolizantes, podem ter esse efeito potencializado, ou seja, alguém com 120kgs vai acabar gastando muito mais energia para fazer esse exercício, e com a manutenção da massa magra garantida pelo uso de anabólicos e uma dieta hiper-regrada.

O resumo é que aeróbio em jejum não é uma boa ideia, deveria ser algo reservado talvez para atletas, e provavelmente a maior parte da população se beneficiaria mais fazendo aeróbio em outro momento, ou até aeróbios de mais alta intensidade para metabolizar mais gordura.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário