domingo, 6 de dezembro de 2015

Correr: a importância do descanso

Um erro muito comum entre todos praticantes de exercícios físicos é associar algum tipo de padrão (receita de bolo) para o treinamento com resultados efetivos. O treinamento da musculação é 3x10, a corrida é devagar e sempre e todos os dias. Vamos entender porquê é importante um descanso adequado no seu treinamento de corrida.


Treinamento é mais que somente músculos
Um ponto fundamental, é que sempre vemos alguém afirmar que o treinamento tem que ter x tempo de descanso pois é o tempo da musculatura recuperar (e supercompensar), mas esquecemos de analisar que ocorre um desgaste em outras estruturas.
Por isso mesmo que o treinamento aeróbio você recupere rapidamente o tecido muscular, temos lesões em outros tecidos como tendões que por serem menos irrigados acabam tendo uma recuperação mais lenta. Ocasionando que o atleta de corrida normalmente não lesiona as musculaturas mas sim os tendões, ligamentos e outras estruturas.
O estímulo dita a recuperação
Outro ponto comum é pensar que determinado tipo de estimulo é o que dita o tempo de recuperação, por exemplo, se estamos falando de um treinamento de corrida você deve descansar de 24-48hr. Mas isso é falho do ponto de vista que a intensidade e duração daquele estimulo é o que vai ditar quanto tempo você precisará para supercompensar, imagine que você correu uma maratona o estresse e desgaste no seu corpo vai ser diferente de uma corridinha leve de 5km.
Além do treinamento Cardiovascular
Quando pensamos em como melhorar nossa performance na corrida, a primeira questão que passa pela nossa cabeça é a melhora da capacidade aeróbia, mas chegamos em um ponto onde visar somente essa melhora no nosso treinamento é inviável para buscar melhoras no tempo. É necessário variar os estimulo para buscar melhorar em outros quesitos (como capacidade anaeróbia) e também nos tornar mais eficientes nos movimentos (usando treinamentos como pliometria), para que seja possível melhorar nossa performance.
Alimentação
Ao contrário de muitos praticantes de musculação os corredores normalmente não são tão preocupados com a ingestão de nutrientes (principalmente proteína) e consequentemente ignoram a importante de uma alimentação equilibrada na sua recuperação. Como consequência isso dificulta os ganhos de performance e coloca o atleta a maior risco de lesões, principalmente pois o gasto energético é tão grande que é necessário muito cuidado para não começar a perder massa magra.
É importante por tanto pensar em todo um conjunto de fatores que vão ditar sua recuperação e consequentemente evolução, lembre-se que você melhora durante a recuperação e que o treinamento é somente o estímulo.


Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário