segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Mentiras do Fitness


Desde os primórdios da civilização é possível encontrar alguém tentando vender uma poção mágica para alguma coisa: seja a curar mágica de doenças ou juventude eterna. Atualmente o que mais podemos observar é a pílula mágica do abdômen tanquinho. Vamos ver como descobrir se alguém está tentando te vender uma sistema enganoso.


1 – Tempo x Resultado
Se você tem que perder peso e para efeito de demonstração vamos falar em 10kgs, quanto tempo você vai levar para perder esse peso?
Podemos realizar mil contas para nos dar resultados aproximados, que apesar de não chegarmos a um número exato, pois muitos fatores entram nessa conta e não somente kcal ingeridas VS kcal gastas, vai nos dar uma boa diretriz sobre qual o tempo mínimo que você levaria para perder esses kgs.
Se 1 kg de gordura é igual a 7000kcal.
Se você fizer 500kcal a menos por dia, levaria 2 semanas para perder 1 kg.
E se você fizer 1000kcal a menos por dia, levaria 1 semana para perder 1kg.
Obviamente que estamos contanto com o fato de seu metabolismo não reduzir devido a baixa ingestão de nutrientes e que seria possível fazer esse déficit (se você for muito pesado isso é fácil, mas quanto mais leve você é mais difícil é fazer grandes déficits).
Obviamente que você precisa ingerir alimentos para viver e manter suas funções básicas, então podemos concluir que é IMPOSSÍVEL perder 3-4kgs de GORDURA em 1-2dias.
2 – Otimização de tempo
Sabemos que treinar de maneira intensa e treinamentos curtos é mais eficientes (levando em consideração tempo pelo menos), mas por mais intenso que seja um treinamento 5-10min não vão ser suficientes para gerar grandes resultados, principalmente porquê um treinamento curto (ex.:4min) para propiciar bons resultados adaptativos, teria que ser muito intenso (170% do Vo2 Máx), e não aqueles treinos “leves e divertidos” que podemos observar. Além disso esqueceram de computar um extenso aquecimento e levar em consideração que esse tipo de estímulo é para pessoas já treinadas e com boa saúde, pois em alguém com alguma patologia pode até ser fatal.
3 – Exatidão dos resultados
Falar que você vai perder x cm de barriga, que vai ficar com o abdômen definido ou braços de x cm é impossível! Afinal cada pessoas vai reagir de uma forma e o treinamento depende de inúmeras variáveis e não somente o quão intenso e direcionado o treinamento é. Primeiramente é impossível falar aonde que você vai perder mais gordura, já que exercícios não queimam gordura localizada, então perder gordura é um processo sistêmico e pode ser que você tenha mais acumulo nessa região e demore mais para alcançar um abdômen definido.
4 – Treino universal
Se alguém prescreve o mesmo treino para você e seu melhor amigo (e você dois não são iniciantes) é impossível que esses treinamentos estejam 100% adequados aos dois. Existem diferenças entre as alavancas, entre as posturas, flexibilidade e força e todos esses fatores tem que ser levados em consideração na hora da prescrição. Então esqueçam aqueles treinamentos de revistas 3x10 para todos músculos que alguém famoso está fazendo.
5 – Resultados x Conhecimento
Alguma pessoas simplesmente possuem facilidade para obter resultados, seja pela genética incrível ou pelos incríveis “suplementos” que elas acabam colocando para dentro do sistema. Por isso alguém que tenha um bom físico não necessariamente sabe o que é melhor para você, não estou dizendo que todo professor tem que ser gordo ou fraco, acho que dar o exemplo de saudável e fisicamente ativo é importante (ou seja, vai além somente do estético), mas porquê tal pessoas faz o exercício plantando bananeira não quer dizer que aquele seja o melhor exercício para você.
Treinamento é como remédio, você precisa do remédio certo, na hora certa e um especialista para te prescrever. Pois na dose errada vai te trazer mais prejuízos que benefícios.


Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário