quarta-feira, 2 de março de 2016

Benefícios da Corrida para Hipertrofia?


Já falamos algumas vezes sobre como a corrida pode atrapalhar o processo de hipertrofia, mas será que pode existir algum tipo de benefício em realizar corridas em um processo de hipertrofia?

É obviu que sim, e hoje vamos explorar isso um pouco mais, mas é importante deixar 2 fatores claros:
-Estou considerando um planejamento ideal, ou seja, onde o volume de corrida, a intensidade, a frequência e os horários todos encaixam perfeitamente com seu treinamento de musculação.
-Estou considerando que você está com sua alimentação ideal, e que está cobrindo o aumento do gasto energético gerado pela corrida.
Como vocês podem reparar para que seja possível realizar esse texto temos 2 condições razoavelmente difíceis de atingir, primeiro pois um protocolo ideal de corrida e musculação não é tão fácil assim de produzir, ainda mais se o seu treinamento possuí um grau de complidade elevado, mas de forma geral poderíamos colocar que um treinamento que você separa o treino de membros inferiores por 24-48hrs do treinamento de pernas seria uma boa diretriz inicial.
Exemplo
Seg: Pernas
Ter: Peitoral, Ombro e Tríceps
Qua:Corrida
Qui:Costas e Bíceps
Sex:Pernas

O segundo caso seria o mais fácil de entender, mas nem sempre tão fácil de realizar. É preciso compensar esse gasto energético extra gerado pela corrida, o que pode parecer muito simples, mas com as necessidades energéticas diferentes geradas pelos estímulos tanto da musculação, quanto da corrida, é preciso “personalizar” as nutrições diárias.
Outro ponto é que no exemplo que dei acima o treinamento está muito básico, e raramente as pessoas realizam esse tipo de treinamento, ocorrendo muitas vezes 2 tipos de treinamentos no mesmo dia e com isso o gasto energético aumenta muito e fica cada vez mais importante o que comer em cada horário do dia.
Mas quais podem ser os possíveis benefícios da corrida?
Primeiramente o aumento de condicionamento. Esse é sem sombra de dúvida o mais benefício, o aumento da sua capacidade aeróbia vai propiciar uma melhora da sua recuperação tanto entre as séries como entre os treinamentos. Fazendo por tanto que você suporte um volume total de séries maior.
Segundo ponto importante é o aumento rápido do gasto/consumo energético, isso pode servir para quebrar platôs tanto para emagrecimento como para ganho de massa muscular. Isso ocorre pela quebra do padrão de estímulos que seu corpo estava acostumado, eventualmente aumentando o gasto energético você pode ajudar a perda de gordura corporal e com o aumento do gasto energético vai te permitir ingerir mais alimentos que podem vir a ajudar no ganho de massa muscular.
Terceiro ponto é que você consegue realizar isso como técnica de overreaching (excesso de treinamento controlado), ou seja, você aplica um estresse no seu corpo maior por um curto período de tempo e em seguida reduz fazendo com que seu corpo supercompense mais. Isso é excelente quando você vai eventualmente ficar um curto período sem treinar, normalmente 1-2 semanas.
E por último é importante entender que seu corpo é uma máquina de adaptação, ou seja, quando você induzir um estresse (estímulo) ele vai produzir uma reação e a curto, médio e longo prazo, vai se adaptar a ele. Por isso querer realizar as mesmas atividades por um longo período acaba por gerar menos resultados.

Um exercício como a corrida, pode ser aplicado de diversas formas, intervalado ou constante, e pode ser aplicada em diversos locais, esteira, rua ou locais irregulares, e pontanto gerar diferentes estímulos. Tudo isso serve tanto para evitar pratos na própria corrida como evitar que seu corpo estabeleça um platô de maneira geral. Investir em exercícios aeróbio eventuais é ótimo não somente para seus resultados na estéticos, mas também pensando na sua saúde, já que o exercício aeróbio e o mais profundamente estudado em relação a prevenção de doenças. Apesar dos exercícios resistidos também apresentarem ótimos resultados para prevenção e tratamento de doenças, seu corpo é um só e é preciso desenvolver um programa multifatorial, que aborde fortalecimento, resistência cardiovascular e flexibilidade.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário