quarta-feira, 27 de abril de 2016

Força é importante?

Quando falamos tanto de hipertrofia como de emagrecimento, será que força é importante? Vamos entender o que podemos considerar força e o que isso pode significar no seu treinamento.

Força é um conceito muito superficial, mas no treinamento físico de forma geral e bem simplista vou colocar ela apenas em 2 formas:
-Força relativa
-Força máxima

A força relativa sendo por tanto a força de determinados musculos para executar uma ação em relação ao seu peso corporal. Esse fator é principalmente importante quando pensamos em atividades atléticas, como corridas, lutas e levantamento de peso.
É fácil de imaginar que quanto maior a facilidade para um individuo manipular seu próprio peso corporal mais facilmente ele vai conseguir realizar todos os movimentos, desde um simples agachamento até movimentos complexos como escaladas.

A força relativa por tanto é um excelente padrão de "fitness" onde conseguimos considerar um individuo como mais apto a realizar inúmeras tarefas. Um lado negativo nessa medição é que indivíduos mais leves de forma geral tem maior vantagem nesse tipo de medição. Por exemplo 2 pessoas com porcentagem de gordura corporal igual, mas um pesando 100kgs e o outro 50kgs vão provavelmente realizar número diferentes de barras fixas.

Mas é um ótimo indicativo de progresso para um mesmo individuo, ou seja, utilizar como marcadores de evolução exercícios utilizando força relativa é uma metodologia simples e fácil de acompanhar seu progresso.

Outro ponto é a força máxima, onde nesse individuos mais pesados levam vantagem. Ela se refere simplesmente a máxima capacidade de força que o individuo consegue desempenhar, ou seja, o máximo de peso que o individuo faz no supino reto por exemplo.

Mas porquê força é importante para você alcançar seus objetivos?

Primeiramente existe uma correlação não direta entre tamanho de massa muscular e força, ou seja, é possível ser "grande" e não muito forte, e é possível ser forte e não muito "grande". Isso ocorre porquê força está relacionado a capacidade de acionar conjuntamente e de maneira eficiente muitas unidades motoras/fibras musculares. E apesar de um individuo "maior" ter potencialmente mais capacidade de desempenhar força isso não quer dizer que ele é mais forte.

Por isso se entrarmos no quesito de desenvolvimento de massa muscular, treinar para desenvolver a capacidade de força máxima/relativa é importante para conseguirmos "tirar" o máximo de proveito de nosso treinamento. Afinal fazer 10 repetições com 100kgs vai trazer mais resultados que 10 repetições com 75kgs, correto? Por isso é comum observar alguns pequenos ciclos ou exercícios que trabalhem com repetições mais baixas para tentar obter algum ganho de força para que seja possível impulsionar os ganhos de hipertrofia.

Quando falamos de emagrecimento a história é parecida, quanto mais carga utilizarmos em qualquer movimento mais energia gastaremos por repetição. Isso pode parecer pouco já que normalmente individuos trabalham com repetições médias-altas, mas vamos pegar um exemplo simples:

Um treinamento onde são feitas 3 séries de 20 repetições em 8 exercícios, um treino típico de emagrecimento.

Se considerarmos um aumento de 1kg em cada exercício (o que é pouco), podemos calcular que o individuo levantou no total 60kgs a mais em cada exercício (3x20) e 480kgs totais a mais no treinamento! Imagine em quanto isso não se converte em kcal a mais gastas!

Apesar de uma carga leve ou pesada ser relativa a cada individuo é importante trabalhar sempre próximo do limite de repetições que a pessoa consegue realizar em cada exercício para potencializar os ganhos seja em hipertrofia ou emagrecimento.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário