quinta-feira, 9 de junho de 2016

Aquecimento Neural

Já falei algumas vezes sobre aquecimento sistemico e local, ema lguns textos, mas sempre acabo falando pouco sobre o aquecimento neural, o que seria isso e como aplicar isso no seu treinamento?

O aquecimento neural, nada mais é que preparar seu sistema nervoso central para executar uma determinada tarefa.

Imagine que você acabou de acordar e eu pedisse para você fazer 1 série com sua carga máxima em qualquer exercício...você provavelmente não iria conseguir.

Isso ocorre porquê não somente suas musculaturas tem que estar preparada mas seu sistema nervoso central tem que estar preparado para executar essa tarefa. Essa preparação obviamente envolve estar acordado e com o foco aumentado na tarefa a ser realizada, já reparou que corredores ou nadadores ficam o mais focado possível na prova logo antes dela começar?

Essa é uma parte fundamental da preparação, onde o atleta visualiza exatamente o que tem que fazer e como fazer, e quanto mais detalhes ele conseguir visualizar na execução melhor.

Mas tudo isso é muito especifico para esportes, e para os meros praticantes de musculação?
Existe um tipo de potencialização que pode ser realizada pra aumentar as cargas nos exercícios, e consequentemente mesmo que seja um pequeno aumento, aumentar os resultados daquela sessão de treinamento.

Existem portanto 2 formas de aumentar esse aquecimento neural e ganhar essa pequena potencialização:
-Trabalhar com altas cargas 
-Trabalhar com altas velocidades

Isso ocorre pois o objetivo é desempenhar o  máximo de potência, que é melhor alcançado com dessas 2 formas.

Carga Alta
Apesar de extremamente eficiente requer um aquecimento extensivo para evitar lesões e também é mais cansativo, fazendo com que gere um impacto no resto do seu treinamento. Não é necessário trabalhar com cargas ultra altas, mas tipicamente para menos que 5 repetições máximas.

Velocidade Alta
Trabalhar com grandes acelerações é eficiente, apesar de requerer um aquecimento prévio requer menos tempo de aquecimento que trabalho com cargas altas e existe uma progressão de dificuldade dentro dessa modalidade, começando com movimento simples acelerados, movimento integrados chegando em movimentos pilométricos (que apresentam melhores resultados, mas oferecem mais riscos).

Você pode utilizar ou uma ou outra versão para potencializar seus resultados, mas existe uma opção diferente que vou apresentar para você, que é a combinação das 2 NO MESMO EXERCÍCIO.

Vamos supor que vocÊ vai realizar um treinamento de pernas e vai começar com agachamento, vocÊ vai partir de um movimento com velocidade, vai trabalhar até o pico dele e em seguida no mesmo padrão vai realizar o movimento com alta sobrecarga.

2 séries de agachamento em velocidade
2 séries de saltos
2 séries de saltos saindo de uma caixa para o chão(drop jump)
4 séries de agachamento máximos progressivos (6,5,4,3 repetições)

Essa série que parece muito extensão acaba sendo relativamente rápida devido a não necessidade de grandes descansos nos 2 primeiros exercícios, e já conta como estimulo para hipertrofia no agachamento, dessa forma você vai potencializar a carga nos demais exercício do seu treinamento. Não recomendo utilizar esse tipo de técnica o ano todo, algo como blocos de 1 mês realizando isso em todos os treinamentos vai ser o suficiente para dar uma impulsionada nos seus resultados.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário