domingo, 2 de outubro de 2016

Bi-set e emagrecimento

Recentemente um artigo publicado repercutiu bastante na internet, onde supostamente ele demonstrou que realizar bi-sets não aumentam o gasto energético durante e nem depois do treinamento, mas será que é isso mesmo?

Primeiramente é o grande erro que acontece na prática de acredito eu que quase toda ciência, as pessoas pegam um achado cientifico e interpretam ele e o utilizam, muito vezes de maneira errada.

O artigo em questão (o qual não estou achando o link), comparava 2 modalidades de treinamento, onde as cargas eram equivalentes para cada individuo (ou seja eram dadas em % do máximo de cada indivíduo), e o treinamento comparava a utilização de 2 sequências de exercícios ou alternado por seguimento (membro superior, membro inferior, membro superior e depois membro inferior) ou em "bi-set" (membro superior, membro superior, membro inferior e membro inferiores).

Não me lembro exatamente os exercícios de membros superiores, mas de membros inferiores eram cadeira extersora e leg press, e vamos utilizar um crucifixo e supino reto como exemplos de superiores.

A organização podia ser então:

Crucifixo reto
Supino reto
Cadeira extensora
Leg press

OU

Crucifixo reto
Cadeira extensora
Supino reto
Leg Press

O grande problema é que a metodologia em si não mede a eficácia do bi-set. Para verificar se um bi-set aumenta mais o gasto deveriam ser feitos OS MESMOS exercícios (parte correta), mas realizando eles em bi-set ou com intervalos entre si, e não comparar circuitos diferentes.

Ou seja, o artigo na verdade mediu 2 formas de realizar circuitos diferentes, alternado por seguimento ou não, e devido a fadiga acumulada em cada exercício e imaginaria que o circuito alternado por seguimento (opção 2) teria maior gasto, pois seria possível movimentar maior carga (apesar do estresse metabólico local ser menor).

Um experimento para verificar se um bi-set teria maior impacto no gasto energético por tanto seria comparar:

Crucifixo reto + Supino reto + descanso
Cadeira extensora + Leg press + descanso

ou

Crucifixo reto + descanso
Cadeira extensora + descanso
Supino reto + descanso
Leg Press + descanso

E ainda recomendaria realizar ambas possibilidades com o mesmo grupo de pessoas, realizando a opção 2 com a mesma carga da utilizada no bi-set da opção 1.

O bi-set é uma boa opção para aumentar o gasto energético e a fadiga muscular local, e pode ser realizado combinando 2 movimentos para o mesmo grupamento (também chamado de super-set) ou para grupamentos diferentes.

Quando utilizando um super-set, a ideia básica é trabalhar a mesma musculatura de ângulos diferentes ou de uma maneira a gerar um pré-exaustão (tríceps testa e depois supino fechado), para focar o estímulo em uma determinada musculatura quando o 2 movimento trabalha outras musculaturas além da desejada.

É simples de imaginar que um bi-set por si só gasta mais energia que realizar um exercício sozinho, e também gera mais estresse metabólico na musculatura, porém como a fadiga acumula rapidamente você moverá menos carga diminuindo o estresse tensional (bom para ganhos de força), como o bi-set é uma técnica de intensidade utilize ele com cuidado e lembre-se de dar um descanso nessa técnica a cada 4 semanas.

Em resumo, o bi-set é excelente quando utilizado de maneira inteligente e cuidado com o que lê por aí pois muita informação incorreta acaba sendo disseminada.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário