quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Calistenia: solução para seus problemas ou problemas para suas soluções?

Exercícios calistênicos são exercícios realizados somente com o peso do corpo. Esse tipo de exercício acabou virando uma "modalidade" onde as pessoas procuram realizar exercícios com o peso corporal e com níveis de dificuldade crescentes já que não é possível variar a carga.
Essa modalidade que já é sucesso faz algum tempo tem diversos benefícios, mas também algumas limitações...A calistenia trabalha uma qualidade que é amplamente ignorada nos treinamentos de musculação: a qualidade da execução. Na calistenia não basta fazer uma barra fixa e sim o COMO essa barra fixa foi feita, tornando então uma questão qualitativa ao invés de quantitativa.

Justamente por isso não é um treinamento de simples 3x10, apesar que você pode executar um treinamento de resistido somente com exercícios calistênicos.

A grande vantagem da calistenia é a sua diversidade e a liberdade de não necessitar de uma academia são os fatores que levam muitas pessoas a procurar o treinamento calistênico. Além desses fatores a calistenia por não trabalhar com cargas muito elevadas tende a levar a um físico mais atlético mas não tão musculoso.

Mas com tantas vantagens como a calistenia poderia ser um problema?

A calistenia de forma nenhuma é um problema, mas sim a abordagem em relação ao treinamento. Como em todos os outros métodos de treinamento o problema não é o treinamento, mas no pensamento dogmático em relação a ele. A calistenia é uma ferramenta perfeita de treinamento porém necessita de outras práticas para levar a um desenvolvimento completo e prevenção de lesões.

Um problema comum da abordagem "global" é que realizar movimentos globais realmente vai estimular todas musculaturas de uma forma "direta ou indireta", porém dependendo do indivíduo ou de seu histórico prévio de treinamento ele necessitaria de um ou outro exercícios corretivo, para evitar desvios posturais ou sobrecarga em determinadas articulações.

Um argumento comum é que muitos praticantes de calistenia só fazem esse tipo de exercício e não desenvolvem nenhum problema, o que é muitas vezes ignorado é quantos casos de lesões que outros praticantes podem ter.

Obviamente que quem pratica de uma forma orientada e progressiva tem riscos baixíssimos de lesão, mas a grande maioria dos praticantes começa sozinho e por isso é necessário um trabalho progressivo e complementar.

Quando você observa grandes praticantes de calistenia eles são de forma geral "leves" e com baixo percentual de gordura, dessa forma é mais fácil desenvolver um controle maior sobre o peso corporal e realizar "manobras" mais difíceis. Por isso você praticantes iniciante não eleve tantos suas expectativas iniciais, porém a progressão no treinamento é rápida pois não depende somente do aumento da massa muscular ou perda de gordura, mas também do desenvolvimento da habilidade de executar os movimentos e no desenvolvimento de força relativa, que ocorre de maneira relativamente rápida.

Lembre-se de priorizar sempre um trabalho mais completo e não existe mal em complementar seu treinamento com alguns exercícios resistidos para proporcionar não somente um trabalho mais equilibrado e prevenir lesões. De resto a calistenia é uma excelente forma de treinamento.

Abraços e Bons Treinos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário